quinta-feira, 14 de julho de 2016

Transbordo

Fechou os olhos e viu que perdeu a medida da força espremendo-os e fazendo água salgada gotejar pelos cantos. 
Uma ou duas apenas. 
E dentro deles, inundados de mar e escuridão, viu luzes distantes de caravelas sem esperanças, passando. Num instante quis acenar, avisar que estava ali. Mas, sabia que não seria encontrada. 
Acenou e abriu os olhos imediatamente. De susto, não quis saber. 
A pia em sua frente transbordava em louças e panelas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário